Em sua XIX edição, o Simpósio Internacional de Fisioterapia Cardiorrespiratória e Fisioterapia em Terapia Intensiva ocorreu em outubro de 2018 em Manaus.

 

Ao longo dos seus 31 anos de existência, a instituição consolidou-se como a maior associação de especialidade da Fisioterapia brasileira e o SIFR como o maior evento específico da Fisioterapia Respiratória, Cardiovascular e em Terapia Intensiva no mundo, superando-se em qualidade a cada edição.

 

Representando a Visuri o professor Paulo Eugênio, teve a honra de receber o prêmio de inovação tecnológica no XX Simpósio de Fisioterapia cardiorrespiratória e fisioterapia em terapia intensiva.

 

O evento marcou a presença de importantes profissionais de diversos países como: Chile, Bélgica, Austrália, Argentina, Holanda, França e Estados Unidos; todos com o mesmo propósito aliar Ciência, tenologia e inovação.  

 

        

 

Visuri inicia parceria com Grupo de Fisioterapia

 

O grupo SAFI (Serviço Avançado de Fisioterapia Intensiva) fornece Serviços terceirizados avançados de Fisioterapia Intensiva para diversos hospitais de Belo Horizonte e região metropolitana.

Fundada em 2013, a SAFI surgiu da percepção de que o mercado hospitalar precisava de um novo modelo de assistência de fisioterapia, que fosse além do horizonte assistencial. Dessa forma, focando na melhoria contínua dos pacientes, a empresa vem há 3 anos atuando principalmente na fisioterapia hospitalar.

Em breve a SAFI poderá utilizar os equipamentos da VISURI no tratamento de vários pacientes com as terapias de NMES, Super -NMES e FES Cycling pré-programadas, automáticas e com 12 canais para tratar vários grupos musculares ao mesmo tempo!

Na foto: Dr. Diógenes Alcântara (Visuri Health), Samer Zahreddine (Zahreddine Advocacia), Bruno Avelar (Visuri) e Dr. André Luis Bernadeli Ferreira (Safi). 

[Site SAFI: http://safi.med.br]  

       

       

Diagnosticar precocemente a fraqueza muscular adquirida (ICUAW) parece ser muito determinante para uma melhor recuperação de pacientes transplantados. O diagnóstico precoce do ICUAW e o monitoramento da condição muscular durante a reabilitação são úteis para melhorar a recuperação funcional.

MÉTODOS E MATERIAIS:

Um homem de 47 anos com cirrose hepática desenvolveu fraqueza nos membros após o transplante de fígado. O paciente teve um escore de soma do Conselho de Pesquisa Médica de 2 semanas após o transplante de fígado com fraqueza acentuada nos membros proximais. A estimulação muscular direta foi realizada no músculo tibial anterior direito; a relação nervo-músculo dos potenciais de ação muscular compostos foi de 0,96, o que indicou miopatia por doença crítica. Análise de fadiga usando eletromiografia de superfície foi realizada 4 vezes após o transplante de fígado.

RESULTADOS E CONCLUSÕES:

A contração voluntária máxima tendeu a aumentar durante a reabilitação, enquanto a porcentagem de contração voluntária máxima tendeu a diminuir, indicando que a força muscular foi aumentada. O índice de fadiga diminuiu gradualmente, mostrando que a resistência muscular melhorou junto com a força. A fadiga muscular pode ser avaliada durante a reabilitação usando eletromiografia de superfície para prevenir danos no músculo comprometido e controlar a intensidade do exercício. O diagnóstico precoce do ICUAW e a avaliação da fadiga muscular durante a reabilitação garantirão um melhor prognóstico para os pacientes com ICUAW.

 

Redação Visuri.

#fescycling #estimulador #eletroestimulação #utifisioterapia #fraquezamuscular 

Contato

 
  • Endereço

    Matriz: Rua Resedá, 213 - Santa Efigênia. Belo Horizonte - MG